Resumo SPFW inverno 2017:Terceiro dia

09:30

Oi gente, tudo bom?


Semana passada foi o São Paulo Fashion Week e as coleções estavam ótimas, esse ano pensou se muito em conforto. Então essa semana as postagens serão sobre os desfiles, falarei um pouco dos desfiles de cada dia, espero que gostem. Terá postagens todos os dias.

★ Giuliana Romanno ★
Para Giuliana, agradar mulheres é algo muito difícil, pois elas pesquisam, sabem quando uma peça é de qualidade. Além disso a apropriação feminina do guarda-roupa masculino, faz com que elas fiquem ainda mais exigentes. E ela usou esses quesitos em sua coleção. O cuidado com a consciência das curvas, o body conscious, em fendas e curvas e caimentos. Ainda que com a parka, o smoking, as camisas, a desconstrução, lembrando o grunge, não apaga a mulher.

★ Isabela Capeto 
A coleção foi inspirada no Cariri, mais conhecido como Tóquio Nordestino. A intenção foi mostrar a modernidade da mulher quanto a moda, no uso de capa de chuva, mix de estampas, etc. Muita peça bordada, estampada, floridas, com tons de vermelho, preto e rosa. Foram usados vários tecidos algodão, tule, lycra, couro e seda. O melhor são os contrastes das combinações, como por exemplo um look total estampado que, combinado com um trench rosa por cima, entra numa outra categoria nada ingênua.

★ Enéas Neto para Vale da seda 
A intenção da coleção foi fazer com que o público pense no consumo consciente da seda. Um exemplo do que se deve ser pensado é a quantidade de carbono que foi emitida, a quantidade de pés de amoreira que foi necessária para produzir cada look. As folhas da amoreira são alimento para o bicho-da-seda produzir o casulo que dá origem aos fios da seda. Algo muito legal é que tem um código nas etiquetas que permite que quem compra lá saiba a procedência da peça.Eu amo esse estilo de moda, aquele que pensa em como favorecer o local e não apenas explora lo.

★ Helen Rödel 
Essa coleção apesar de estar em uma semana de inverno foi chamada de “Alto verão”, então tem muito vestidos vazados e biquines.A mensagem da coleção é te fazer refletir sobre a peça que está vestindo, se você poderia fazer algo do tipo, por isso as peças eram de crochê, que supervaloriza o corpo e a brasilidade.

★ Memo 
Assim como a maioria das grifes que desfilaram esse ano, a Memo também trouxe roupas mais esportivas, isso porque a brasileira não tem usado roupa esportiva apenas para academia, mas em sua rotina pois é mais fácil e confortável. Então foi pensado em peças multifuncionais trazendo uma estética retro com tênis, bodies e leggings.

★ Fabiana Milazzo 
A coleção foi inspirada nas paisagens e arquitetura brasileira, também foi pensado nas pessoas por trás de cada peça. A estilista faz parte de um projeto chamado Mulheres de renda, onde valoriza o trabalho manual que é uma das características da estilista. E o desfile mostrou muito desse trabalho, principalmente o bordado, com peças coringas que podem ser para o dia-a-dia, mas também para uma festa. São vestidos, jeans, oversized, saias, trench coats bordados em lã, com pedrarias ou tecidos reaproveitados.


★ Ellus 2nd floor ★
A paixão do estilista por HQs não parou na coleção inspirada no Batman, esse ano o desfile foi inspirado na mulher maravilha. Por ser uma personagem criada durante a Segunda Guerra Mundial muitos itens que lembram o militarismo foram usados bolsos, patches, sarja e moletom com pegada sport e street.Obviamente não poderia faltar estampa de camuflagem. As cores claro que foram azul, vermelho e branco. Vestidos assimétricos, doudounes metálicas, camisetas com estrelinhas da bandeira norte americana, meias e botas foram peças para lembrar da heroína.


Bom é isso espero que tenham gostado, e digam aqui embaixo o que acharam dessas coleções, qual te agradou mais e qual não agradou. Não esqueçam de seguir o blog, as redes sociais e compartilhar claro. Voltem sempre, beijos e até a próxima postagem.

You Might Also Like

0 comentários

Tecnologia do Blogger.

Like us on Facebook

Flickr Images